Dica do Professor 10 – Ilustração de Capa

Bem-vindos à especialíssima Dica do Professor de hoje. Comemorando o lançamento do livro “Sex and Crime: the book cover art of BENICIO” na Pandora Escola de Arte vamos comentar uma ilustração de capa de ninguém menos que o próprio Benício!

Ilustração para As chuvas de Kristanar. Benício

Ilustração para As chuvas de Kristanar.
Benício

Ilustrar uma capa ou cartaz de um livro, revista ou filme é um privilégio e uma grande responsabilidade. A capa será sempre o atrativo mais direto que o produto pode apresentar ao público, assim, a arte de capa bem sucedida não só deve ser bonita, mas deve se comunicar bem, e, principalmente instigar o público.

Sendo assim, há muitas maneiras de se proceder para criar uma boa arte de capa. O renomado ilustrador Benício é um exímio profissional nesta modalidade de arte aplicada, sua paleta saturada e seus fortes contrastes de cor geralmente vem acompanhados de belas mulheres e outros personagens, com olhares, semblantes e presenças marcantes. Seu estilo tradicional da ilustração em guache deriva de uma robusta linhagem de ilustradores nos EUA da primeira metade do século XX, da qual Norman Rockwell, Alberto Vargas e Gil Elvgren são protagonistas.

Nesta ilustração, Benício apresentou a personagem principal, ambientou a trama e harmonizou um design atraente de capa que comportasse bem o título e os textos adicionais. Veja abaixo como funcionam o equilíbrio de cor (composição da ilustração) e o equilíbrio entre textos e imagem (composição da capa):

Arte_02

A obra de Benício é extensa e divide-se principalmente entre cartazes de cinema, capas de livros, ilustrações para publicidade e para arquitetura. Seus cartazes e capar de livros são muito populares e ainda povoam o imaginário da cultura de massa no Brasil. Mais que imagens de uma época, são parte da identidade cultural do brasileiro e da inserção do artista/ilustrador nos diversos meios de propagação da imagem.

O mercado editorial se destaca neste processo, promovendo, em especial a partir dos anos 1940, uma expansão literária no país, através da publicação de autores internacionais com tradução direta (inédita) para o português. Um caso especial dentro deste contexto foi o da Editora José Olympio, que trouxe ao Brasil as obras completas de Dostoievski ilustradas em grande parte pelo expoente da gravura brasileira Oswaldo Goeldi, entre outros artistas:

Ilustração para Humilhados e Ofendidos Oswaldo Goeldi

Ilustração para Humilhados e Ofendidos
Oswaldo Goeldi

Goeldi e Benício são profissionais que se inserem em diferentes pontos de um mesmo universo de produção e circulação maciça de imagens no país. Conhecer e entender mais sobre este universo é explorar nossa cultura e sociedade, e, como consequência, entender mais sobre ela e sobre nós mesmos, ilustradores, leitores, espectadores, cidadãos. Conheça mais sobre a obra destes grandes profissionais sempre aqui, na nossa Dica do Professor.

Acompanhe nossas dicas semanalmente no facebook e na página oficial do blog. Abraço a todos, e até a próxima!

Vitor Gorino.

 

...Shares
Esta entrada foi publicada em Dica do Professor e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta