Dica do Professor 02 – Cores: Paleta e Ritmo

Bem-vindos de volta a mais um “Dica do Professor”, nosso canal de discussão de ilustrações e desenho! Hoje vamos falar sobre cores na composição. Uma paleta de cores é o conjunto de cores que um artista usa em uma pintura. Uma paleta aberta é uma paleta sem restrição para a escolha das cores. Uma paleta fechada é o oposto, é uma seleção de cores feita pelo artista para realizar a pintura. Paletas fechadas normalmente facilitam ao artista criar mais relações entre as cores, como harmonias e contrastes.

"Índio Quer Wi-Fi" por Jânio Garcia 2013

“Índio Quer Wi-Fi”
por Jânio Garcia
2013

Na cena acima, o ilustrador e professor da Pandora Escola de Artes, Jânio Garcia utilizou uma paleta de cores fechada. Além do marrom para a pele do personagem, foram usadas as cores da bandeira brasileira: verde, amarelo, azul e branco. Cinco cores, portanto. Percebemos também, que para que essas cores funcionem no desenho, o ilustrador trabalhou com suas variações mais fortes ou fracas (saturação). Por exemplo, há amarelos mais fortes (camisa do personagem) e amarelos mais fracos (parede ao fundo e calçada).

Dica_2_Índio_A

Podemos perceber, no diagrama acima, que essa diferença de “força” (saturação) nas cores, ajuda na leitura da imagem, separando esses amarelos e criando, a partir deles, diferentes planos de profundidade. Notamos também, que para diversificar as cores sem fugir da paleta definida, há amarelos mais esverdeados (calçada) e amarelos mais “puros” (camisa). O uso das cores como elemento principal na organização da composição se popularizou muito através do movimento impressionista, que inicia a chamada arte moderna.

 Também se populariza a partir do impressionismo o uso das sombras “frias”, em azul ou violeta, substituindo os pretos. Aliás, a substituição dos pretos por outras cores, especialmente nessas “sombras coloridas”, é algo que a partir desse momento se faz muito presente (imagem acima). Da mesma forma foram tratadas as sombras na ilustração “Índio Quer Wi-Fi”, usando os azuis e verdes nas áreas escuras e objetos sombreados. O ilustrador se aproveitou da paleta escolhida (cores da bandeira) para reforçar a crítica ao país feita na ilustração, mas também para representar o tipo de luz/sombra que vemos em dias de “chuva com sol”. Uma paleta fechada como essa, que usa poucas cores, permitiu criar pequenos contrastes e variações entre as cores quentes (amarelados) e frias (azulados/esverdeados):

Dica_2_Índio_B

Estamos acostumados a reconhecer ritmos apenas em sons e música, assim como a ideia de “composição”, mas esses são valores que também se aplica muito bem ao desenho, ou melhor, à nossa visão. Usar linhas ou massas de cores numa determinada ordem perceptível é criar sim, um ritmo para a composição. Na ilustração, alternando entre essas áreas de cores quentes e frias, se criou um ritmo que convida nossos olhos a segui-lo. Por fim, vimos como uma paleta fechada de cores pode contribuir para a criação de uma composição dinâmica e bem estruturada. E ainda mais, que não é preciso “inventar” nenhuma seleção genial de cores para a sua paleta. Afinal, no exemplo acima, como vimos, a paleta é bem conhecida de nós brasileiros. Já experimentou esse exercício? Escolha a bandeira de um país e arrisque uma composição de cores de paleta fechada como essa. Tenho certeza que resultados bem interessantes vão aparecer!

Acompanhem nosso blog e sigam-nos no Facebook para mais dicas. Abraço a todos, e até a próxima!

Vitor Gorino

...Shares
Esta entrada foi publicada em Dica do Professor. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Uma resposta a Dica do Professor 02 – Cores: Paleta e Ritmo

  1. Pingback: Dica do Professor 03 – Cor e forma na composição |

Deixe uma resposta